JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.

A Lenda Da Gralha Azul

A Gralha Azul (Cyanocorax caeruleus) é uma ave da família Corvidae, possui bela plumagem de coloração azul vivo e preto na cabeça, mede cerca de 39 cm de comprimento. Existem diversas lendas sobre a Gralha Azul, não se sabe ao certo qual a lenda original mas todas contam que o pássaro é um protetor da Mata de Araucária e tem a missão de plantar os Pinheiros. Pesquisamos e separamos 3 das lendas mais interessantes e bonitas para você conhecer mais sobre essa bela ave e seus contos.

A Lenda Da Gralha Azul 1

De acordo com a lenda, a muito tempo atrás, a Gralha-azul era apenas uma Gralha-parda, semelhante as outras de sua espécie. Mas um dia a Gralha-azul resolveu pedir para Deus lhe dar uma missão que lhe faria muito útil e importante. Deus lhe deu um pinhão, que a Gralha pegou com seu bico com toda força e cuidado. Abriu o fruto e comeu a parte mais fina. A outra parte mais gordinha resolveu guardar para depois, enterrando a no solo. Porém, alguns dias depois ela havia esquecido o local onde havia enterrado o restante do pinhão.

A Gralha procurou muito, mas não encontrou aquela outra parte do fruto. Porém, ela percebeu que havia nascido na área onde havia enterrado uma pequena araucária. Então, toda feliz, a Gralha-azul cuidou daquela árvore com todo amor e carinho. Quando o pinheiro cresceu e começou a dar frutos, ela começou a comer uma parte dos pinhões e enterrar a parte mais gordinha (semente), dando origem a novas Araucárias. Em pouco tempo, conseguiu cobrir grande parte do Estado do Paraná com milhares de pinheiros, dando origem à floresta de Araucária.

Quando Deus viu o trabalho da Gralha-azul, resolveu dar um prêmio a ela: pintou suas penas da cor do céu, para que as pessoas pudessem reconhecer aquele pássaro, seu esforço e dedicação. Assim, a Gralha que era parda, tornou-se azul.

Curiosidade: A Gralha-azul é a mascote do Paraná Clube, importante time de futebol de Curitiba. A ave também aparece no escudo do time.

 

A Lenda Da Gralha Azul 2

Conta a lenda que, uma certa Gralha-negra, dormia num galho de pinheiro e foi acordada pelo som dos golpes de um machado. Assustada, voou para as nuvens, para não presenciar a cena do extermínio do pinheiro. Lá no céu, ouviu uma voz pedindo para que ela retornasse para os pinheirais, pois assim ela seria vestida de azul celeste e passaria a plantar pinheiros. A Gralha aceitou então a missão e foi totalmente coberta por penas azuis, exceto ao redor da cabeça, onde permaneceu o preto dos Corvídeos. Retornou então aos pinheirais e passou a espalhar a semente da Araucária, conforme o desejo divino.
Esta lenda na verdade, tem uma parte real. A Gralha-azul tem o hábito de enterrar pinhões. Após encontrar o local correto, ela pressiona-o a entrar, dando-lhe golpes com o bico, até a completa introdução. Não contente com isso, ainda coloca algum material das redondezas como folhas, pedras ou galhos em cima do local remexido, de forma a camuflar ou disfarçar o feito realizado.

A Lenda Da Gralha Azul 3

Dizem que a Gralha-azul é um pássaro agrônomo e muito chapado já que ela nunca lembra onde plantou as sementes que roubou de outros passarinhos. Dizem que ela é tipo a formiga, só que um pouco distorcida, já que a formiga armazena mantimentos para o inverno com toda a agilidade e perfeição, já a Gralha é uma louca que não sabe onde plantou e depois faz confusão com os vizinhos dizendo que foi roubada e que vai chamar a polícia.
Para terem uma razão pra devastar e cortar fora todos os pinheiros da região, os lenhadores dizem que a Gralha sempre planta novos pinheiros, e toda vez que um pinheiro é cortado, outros três estão sendo plantados por esse pássaro. Só não se sabe ao certo aonde ela planta, mas que ela planta ela planta, e ponto final.
Por esse motivo, é proibido matar esse pássaro, já que ele é quem cuida dos pinheiros da região Sul. Diz a lenda que a Gralha-azul apareceu pra um caçador de moscas, enquanto este devastava a floresta com sua máquina de matar árvores. Ao avistar um bando de Gralhas azuis, ele não hesitou, e antes de pegar sua arma, pegou um cachimbo com muita erva e acendeu, visto que este era o seu ritual antes de caçar. Ao disparar, ele sem querer desequilibrou-se, e caiu de cara no chão, desacordado. Um pouco antes de despertar, ele afirma ter sido visitado pela gralha azul que foi atingida pelo tiro de sua arma. Após uma conversa, uns goles de café e alguns biscoitos, ele disse que a gralha lhe ensinou muita coisa, inclusive como ser um bom homem e proteger a mata, antes que o curupira soubesse.
Mas ninguém acreditou nesse papo furado, e a lenda foi esquecida por todos, até mesmo pelo homem que diz ter conversado com a gralha, visto que seis meses após o ocorrido, ele estava lá caçando novamente.

E ai, gostou das lendas da Gralha Azul? Qual a sua preferida? Independente das lendas contadas aqui, se são reais ou não, as Gralhas-azuis devem ser respeitadas e preservadas, não só as Gralhas mas todos os pássaros, pois, cada um tem a sua função na natureza. #Compartilhe 😉

 

 

 

Referências: Sua Pesquisa, Só HistóriaDeciclopédia

Sumário
Data de revisão
Item avaliado
Belas lendas sobre o pássaro Gralha-azul
Avaliação
51star1star1star1star1star
Classifique este post
The following two tabs change content below.
Gilsoney de Souza

Gilsoney de Souza

Formado em Sistemas para Internet, aluno do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas e amante de pássaros e da natureza desde criança.
Gilsoney de Souza

Gilsoney de Souza

Formado em Sistemas para Internet, aluno do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas e amante de pássaros e da natureza desde criança.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta